(11) 97569-1877

Mastopexia (Lifting de seios)

Vídeos

O que é mastopexia?

Mastopexia é a cirurgia que tem o objetivo de remodelar e levantar os seios flácidos e caídos (a chamada ptose mamária). Esse procedimento também é chamado de lifting de mamas. Visa levantar os seios com queda (ptose mamária), reposicionando as aréolas e trazendo forma e formato mais harmoniosos a mama.

Para quem está indicado a mastopexia?

Esta cirurgia é indicada para pacientes que possuem de flacidez da pele, seja devido à perda de peso abrupta, aos efeitos da gravidez e da amamentação ou à tendência genética. É importante ressaltar que a queda das mamas pode ocorrer em qualquer faixa etária, inclusive em pacientes jovens.

Para quem NÃO é indicado a Mastopexia?
Se você está pensando em engravidar em breve, pode postergar a mastopexia. Durante a gravidez, seus seios podem esticar e haver perda dos resultados da mamoplastia. A amamentação também é uma consideração. Embora a amamentação geralmente seja possível após a elevação dos seios (mastopexia) – já que os mamilos não estão separados do tecido mamário subjacente – algumas mulheres podem ter dificuldade em produzir leite suficiente. Enquanto uma mastopexia ( levantamento de seios ) pode ser feito em seios de qualquer tamanho, mulheres com seios flácidos menores provavelmente terão resultados mais duradouros. Seios maiores são mais pesados, o que os torna mais propensos a ceder novamente.

Como é o procedimento cirúrgico de Mastopexia?

 

O procedimento cirúrgico consiste em remover o excesso de pele, remodelar as mamas, ajustar o tecido e reposicionar as aréolas de forma estratégica. Além disso, esta cirurgia pode ou não ser associada com o uso de implantes de silicone. Só o cirurgião pode afirmar se a mastopexia deve ou não ser feita em conjunto com a mamoplastia de aumento, avaliando a qualidade e quantidade de tecido mamário e de gordura nos seios. Quando realizada em conjunto com a prótese mamária também chamamos esse cirurgia de mastopexia com prótese. O acesso para esta cirurgia pode ser ou não realizado em forma de T invertido, isso dependerá da quantidade (maior ou menor) de tecido de pele a ser removido.

Ficam cicatrizes após a mastopexia?
Sim, as cicatrizes são permanentes, mas podem ser muito discretas e pouco perceptíveis. Sempre irá depender de inúmeros fatores como genéticos, nutricionais, étnicos, nutricionais e cuidados com a cicatrização. Tomaremos sempre cuidado especial no primeiro ano e meio após a cirugia para modelarmos da melhor maneira possível esse processo. O uso de pomadas, cremes, corticóiodes, silicone etc podem sem importantes auxiliares para cuidarmos da cicatriz. De maneira geral, a cicatrização ideal de uma mamoplastia pode ser dividida em três períodos:

1 – Do 1º até o 30º dia: o corte deve ter bom aspecto, sinalizando cicatrização e união dos bordos do corte. A dor diminui a cada dia.
2 – Do 2º mês até 12º mês: a cicatriz muda de espessura e cor, passando do vermelho para o tom marrom e, então, clareando gradativamente.
3 – Do 12º mês ao 18º mês: aos poucos, a cicatriz fica cada vez mais clara e menos espessa até que, por volta de um ano e meio, ela assume seu aspecto definitivo.

Como devo me preparar para a cirurgia de mastopexia?

Ao se preparar para a cirurgia de mastopexia (elevação dos seios), você pode ser solicitado a: – Realizar testes de laboratório – Tomar certos medicamentos ou ajuste seus medicamentos atuais – Fazer ultrasso, uma mamografia de linha de base antes da cirurgia e outra após a cirurgia para ajudar a detectar futuras alterações no tecido mamário – Parar de fumar – Evitar tomar aspirina, anti-inflamatórios e suplementos de ervas, pois podem aumentar o sangramento

Certifique-se de que alguém o leve de e para a cirurgia e fique com você pelo menos a primeira noite após a cirurgia.

Quais são os riscos da cirurgia de Mastopexia?

Esses riscos e outros serão discutidos completamente antes do seu consentimento. Lembre-se que a escolha do medico é fundamental para diminuição dos riscos cirúrgicos. portanto é fundamentar escolher um cirurgião plástico que tenha treinamento especifico e seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Fiz especialização com o grupo de Microcirurgia Reconstrutiva da Cirurgia Plástica do HC (reconhecido como o mais importante grupo em nosso país). Sou membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). 

A decisão de fazer uma cirurgia plástica é extremamente pessoal, e você terá que decidir se os benefícios alcançarão seus objetivos e se os riscos e possíveis complicações da cirurgia de elevação de mama são aceitáveis.

Será pedido que assine os formulários de consentimento para garantir que você compreenda completamente o procedimento e quaisquer riscos de aumento da mama e possíveis complicações.

Os riscos da mastopexia incluem:

• Riscos anestésicos
• Sangramento ou formação de hematoma
• Infecção
• Má cicatrização de incisões
• Alterações na sensação mamilar ou mamária, que podem ser temporárias ou permanentes
• Irregularidades no contorno e forma da mama
• Assimetria mamária
• Tecido adiposo encontrado no fundo da pele pode morrer (necrose gordurosa)
• Acumulação de fluidos
• Potencial perda parcial ou total de mamilo e aréola
• Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares
• Possibilidade outras de cirurgias

Quais são os cuidados com os pontos após a cirurgia de mastopexia?
O período após a mastopexia exige repouso e alguns cuidados para evitar complicações, como a abertura dos pontos. Não fazer esforços físicos nos primeiros dias é essencial para boa cicatrização.

Veja abaixo como evitar esse tipo de complicação:

• Nas primeiras 24 horas após a cirurgia, permaneça deitada com o tronco elevado a 30º ou sentada;
• Nos primeiros 60 dias, utilize o sutiã pós-cirúrgico 24 horas por dia, retirando apenas na hora do banho. E nos próximos 30 dias, utilize apenas para dormir. Essa orientação é muito importante, pois o objetivo do sutiã cirúrgico é diminuir o inchaço e sustentar e modelar as mamas;
• Não deite de bruços e nem de lado. Dica: utilizar travesseiros para elevar o tronco pode tornar a posição mais confortável;
• Evite expor a região operada ao sol por, no mínimo, 3 meses;
• Evite movimentos de grande amplitude dos braços e não os erga além da altura dos ombros nas primeiras duas semanas. Quando movimentamos os braços, a musculatura das mamas se movimenta junto;
• Não levante ou carregue peso;
• Realize massagem e drenagem linfática conforme nossa prescrição, na nossa clinica todo o processo será acompanhado por nós.
• Mantenha uma dieta equilibrada, rica em frutas, legumes e carnes brancas. Evite doces, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas
• Pare de fumar 30 dias antes da cirurgia. O cigarro dificulta a microcirculação de sangue no local operado, prejudicando a cicatrização. Não seguir essa orientação pode resultar em cicatrizes indesejadas e visíveis assim como deiscência e necrose dos tecidos;
• Iremos receitar anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos. Respeite o horário e dosagem das medicações e não as altere sem contato prévio.

Como prevenir a abertura dos pontos (deiscência) após mastopexia?

Nas primeiras duas semanas, existe a chance de abertura dos pontos e, portanto, os cuidados devem ser redobrados. De maneira geral, é indicado repouso de 15 a 21 dias. Após esse período, a paciente pode retornar a suas atividades mas sempre realizaremos em conjunto com o paciente uma prescrição levando em conta sua profissão e atividades habituais. Porém, para dirigir é necessário esperar no mínimo 21 dias. Exercícios físicos apenas após liberação médica. Para evitar complicações com a cicatrização da cirurgia, peça ajuda até para as atividades mais básicas, como tomar banho e deitar e levantar da cama. Além de estar ligada a questão estética, a deiscência, se não tratada corretamente, pode evoluir para uma complicação grave. Quando ocorrem serão acompanhadas e tratadas por mim e nossa equipe. Utilizaremos curativos especiais que acelerem a cicatrização e potencializem os resultados assim como cuidados locais e medicações que potencializem a cicatrização. Quando possível ou necessário as áreas podem ser ressuturadas. os, pode ser que o médico indique antibiótico para tratar uma possível infecção.

Como realizar os curativos?

Logo após a cirurgia, o cirurgião faz um curativo impermeável. Damos preferência ao uso de colas cirúrgicas e o Prineo Dermabond que confere proteção contra grande parte dos agentes infecciosos. Todos os pacientes recebem curativos especiais a depender da cirurgia, tipo de pele etc. É comum que os mamilos fiquem sensíveis e doloridos e, portanto, acomodar uma gaze nessa região evita a fricção com as roupas, aliviando o desconforto. Quando a paciente segue à risca as orientações médicas e troca corretamente os curativos, as cicatrizes tendem a ficar discretas e evoluem positivamente ao longo dos meses, tornando-se quase imperceptíveis.

A evolução da cicatrização pode ser observada ao longo dos meses e, em média, em um ano é possível observar os resultados finais da cirurgia plástica, como tamanho, formato e posição das mamas, assim como o resultado das cicatrizes que ficam mais finas e claras. Fatores individuais, étnicos, nutricionais entre outros podem influencias a qualidade e forma das cicatrizes nas mamoplastia e mastopexia.

Quanto custa a cirurgia plástica de mastopexia?
É PROIBIDO pelo Conselho Federal de Medicina (através da resolução 1.836/2008) divulgar informações sobre preços e custos de tratamentos sem avaliação prévia para evitar que os pacientes sejam vítimas de cirurgiões e clínicas que atuam de maneira anti-ética, que vendem tratamentos antes mesmo de saber se as pessoas que os procuram terão benefícios com eles ou se é o melhor para elas. Outro motivo importante é que dependendo de cada paciente, procedimentos semelhantes podem ter custos diferentes. Isso inclui necessidade de tratamentos adicionais ou complementares para ter um bom resultado. Todos esses fatores influenciam no valor final de um procedimento.