(11) 97569-1877

Mamoplastia de redução

Vídeos

Todas mulheres querem ter seios grandes?

Optar por se submeter à redução de mama é uma decisão pessoal e perfeitamente legítima. Algumas mulheres experimentam fortes dores nas costas devido ao peso dos seios pesados. De fato, algumas companhias de seguros podem cobrir a redução de mama exatamente por esse motivo. Outros acham que seu busto grande é um impedimento para o exercício ou torna quase impossível encontrar roupas adequadas. Na maioria dos casos, a cirurgia não é de todo estética – é medicamente aconselhável. Existem benefícios cosméticos também. Os seios normalmente parecem mais jovens e firmes após uma redução de mama.

A redução de mama causa incapacidade de amamentar?

Se executada corretamente, a maioria das pacientes não deve ter problema de amamentar depois de curadas pela cirurgia de redução de mama. O tecido glandular é removido durante a cirurgia, mas desde que a conexão entre o mamilo e o tecido mamário central não seja cortada, o procedimento não deve afetar a produção de leite. No entanto, em alguns casos de redução de mama, é aconselhável reposicionar os mamilos, o que pode afetar a capacidade de amamentar. Também sempre há um pequeno risco de complicações, o que pode incluir a perda da capacidade de amamentar. No entanto, isso é muito raro. As mamas gigantes ou gigantomastia podem precisar de técnicas especiais que poderão alterar a amamentação. Essas técnicas são conhecidas por pedículo inferior e se referem ao suprimento sangüíneo da região do complexo aréolar. Quando existe essa necessidade técnica a paciente será orientada e esclarecida de todas as possibilidades e opções existentes.

Esses riscos e outros serão discutidos completamente antes do seu consentimento. Lembre-se que a escolha do medico é fundamental para diminuição dos riscos cirúrgicos. portanto é fundamentar escolher um cirurgião plástico que tenha treinamento especifico e seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Fiz especialização com o grupo de Microcirurgia Reconstrutiva da Cirurgia Plástica do HC (reconhecido como o mais importante grupo em nosso país). Sou membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

A perda de peso pode reduzir o tamanho do peito?
Os seios são constituídos por mais do que apenas tecido adiposo; tecido glandular também está presente, ou seja a mama é um complexo tecido fibro-glandular com capacidade de produzir leite. Quanto mais jovem e magro haverá maior relação percentual de glândula com relação a gordura. Por esse motivo, a perda de peso não fornecerá o tipo de alívio que a maioria das pacientes procuram pela redução de mamária. E quando ocorre a perda de peso habitualmente é acompanhado de importante ptose ou queda da mama. Embora a perda de peso possa reduzir o tamanho dos seios a manobra não reduz o suficiente para se evitar a cirugia. Na mamoplastia redutora tanto o tecido adiposo quanto o glandular são cuidadosamente removidos e reposicionados para criar uma forma e sustentação harmônicos, algo que requer a habilidade de um cirurgião plástico experiente. A perda de peso pode ser um bom primeiro passo, mas não pode substituir uma redução de mama para obter resultados significativos.

Os pacientes podem escolher o tamanho dos seios?

Como em qualquer cirurgia plástica, é muito importante ter expectativas realistas para a redução de mama. Embora seja possível apontar para uma faixa de tamanho geral, o procedimento é complexo e os resultados não podem ser totalmente previstos antes da cirurgia. Os pacientes precisam entender que variações na cirurgia e na cicatrização afetam o tamanho final. Ao contrário das pacientes submetidas a mamoplastia de aumento, as candidatas submetidas a redução de mama não têm implantes para escolher e podem ter mais variação nos resultados finais.

Mas o principal foco é que a redução mamária pode reduzir consideravelmente o tamanho e peso das mamas.

O procedimento de redução de seios pode ser feito sem cicatrizes?

Não. Toda cirurgia produz algumas cicatrizes. Dependendo da quantidade de tecido mamário a ser removido, a redução mamária pode resultar em algumas cicatrizes significativas, embora essas cicatrizes desapareçam um pouco ao longo do tempo e sejam facilmente escondidas por um sutiã ou maiô. Fatores com genéticos, tipo de pele, história familiar e etnia influenciam na qualidade da cicatriz.

O que lembrar:

O cirurgia de redução do peito é um procedimento que você deve optar por fazêlo por si mesmo e não por mais ninguém, mesmo que outra pessoa tenha se oferecido para pagar pelo seu procedimento. A mamoplastia redutora pode ajudar sua saúde e melhoras condições ortopédicas. Pode contribuir para confiança e auto-estima das mulheres.

Cuidados gerais após a cirurgia de mamoplastia de redução

• Alimentação: o ideal é manter uma dieta leve a moderada nos primeiros 7 dias após a cirurgia. A medicação (antibióticos, analgésicos e antiinflamatórios) pode deixar o estômago mais sensível, causando enjoo e mal estar. Passado esse período, você pode voltar à rotina normal de alimentação.
• Sutiã: após a cirurgia, a paciente deve passar a usar o sutiã cirúrgico, retirando-o apenas para o banho (o ideal é ter duas peças para poder lavá-las). É o cirurgião quem determina por quanto tempo o sutiã cirúrgico será necessário, mas, em média, o prazo é de 2 mês.
• Drenagem linfática: o cirurgião pode recomendar drenagem linfática para eliminar o excesso de líquidos e diminuir o edema (inchaço). Os movimentos devem ser leves. Por isso, sempre procure um fisioterapeuta. Nossa clinica oferece a melhor estrutura e segurança com meu acompanhamento junto as terapias após a cirurgia de mamoplastia redutora.
• De volta à rotina: de maneira geral, o período para retornar ao trabalho e aos estudos é de uma a duas semanas. Porém, é sempre importante individualizarmos seu pós-operatório. Iremos juntos analisar o tipo de atividade e quais serão os cuidados necessários para você ter a melhor evolução.
• Atividades físicas: atividades físicas, movimentos bruscos e o levantamento dos braços devem ser evitados até que haja liberação médica.
• Repouso: quando for deitar, mantenha o tronco elevado apoiado por almofadas e travesseiros. Não deite de lado ou de bruços até que o médico libere.
• Sol: o sol pode causar marcas permanentes. Portanto, evite praia e piscina e não exponha a região operada ao sol até liberação médica.

Como prevenir a abertura de pontos de mamoplastia de redução ?

• Quando for tossir, espirrar, rir, vomitar ou fazer movimentos que aumentem a pressão na região da cirurgia, procure aplicar pressão sobre o corte para manter os pontos seguros, discuta sempre a possibilidade de usar cola cirúrgica como a Dermabond Prineo;
• Para evitar esforço físico, peça ajuda para realizar as atividades diárias, inclusive as mais básicas, como tomar banho, deitar e levantar da cama;
• Para diminuir o risco de infecções, evite molhar o corte até que seu médico libere. Proteja a região com material impermeável, como plástico filme.

Como tratar pontos de mamoplastia abertos?

Sempre que ocorre essa intercorrência nossas pacientes são acompanhadas de perto e com todos os cuidados e prescrição necessárias. A deiscência vai muito além da questão estética. Se não tratada corretamente, pode evoluir para uma complicação grave. Portanto, é importante utilizar curativos especiais que acelerem a cicatrização e potencializem os resultados. Em alguns casos, pode ser que o médico indique antibiótico para tratar uma possível infecção ou até mesmo opte por reabordar a área necessária. Os pontos de cirurgia plástica exigem dedicação por parte do paciente e cuidados específicos. Ter paciência faz toda diferença no resultado da cirurgia. O repouso é fundamental para que o organismo se recupere do procedimento. As atitudes desse período influenciam diretamente no pós-operatório e, inclusive, na cicatriz. Portanto, mais uma vez, é muito importante seguir à risca as orientações médicas.

Como são as cicatrizes de mamoplastia?

As cicatrizes das cirurgias de mamoplastia variam de acordo com:

• Objetivo da cirurgia: redução, aumento, reconstrução…
• Tipo de incisão: em “T”, “L”, “I”, pela aréola, etc.
• Características da paciente: algumas pessoas têm pré-disposição para formação de queloides, por exemplo. Mas, de maneira geral, a cicatrização ideal de uma mamoplastia pode ser dividida em três períodos: 1
• Do 1º até o 30º dia: o corte deve ter bom aspecto, sinalizando cicatrização e união dos bordos do corte. A dor diminui a cada dia. 2
• Do 2º mês até 12º mês: a cicatriz muda de espessura e cor, passando do vermelho para o tom marrom e, então, clareando gradativamente. 3
• Do 12º mês ao 18º mês: aos poucos, a cicatriz fica cada vez mais clara e menos espessa até que, por volta de um ano e meio, ela assume seu aspecto definitivo.

Quanto custa a cirurgia plástica de mamoplastia de redução ?

É PROIBIDO pelo Conselho Federal de Medicina (através da resolução 1.836/2008) divulgar informações sobre preços e custos de tratamentos sem avaliação prévia para evitar que os pacientes sejam vítimas de cirurgiões e clínicas que atuam de maneira anti-ética, que vendem tratamentos antes mesmo de saber se as pessoas que os procuram terão benefícios com eles ou se é o melhor para elas. Outro motivo importante é que dependendo de cada paciente, procedimentos semelhantes podem ter custos diferentes. Isso inclui necessidade de tratamentos adicionais ou complementares para ter um bom resultado. Todos esses fatores influenciam no valor final de um procedimento.